phone(41) 3352-3032  phone(41) 99969-0254 (TIM)

slideshow6

A classificação dos insetos e outras pragas que atacam grãos e outros produtos armazenados nem sempre é tarefa simples.

Entretanto, além dos técnicos das empresas especializadas do ramo, existem inúmeras instituições, como o ITAL, de Campinas, a ESALQ, de Piracicaba entre outras entidades, que possuem pesquisadores de reconhecido renome e que tem grande interesse em receber e classificar qualquer tipo de produto infestado.


Avalie este item
(0 votos)

Tribolium castaneum e Tribolium confusum

Identificação

São insetos secundários, de coloração variando entre o castanho claro e o castanho escuro. Os élitros apresentam sulcos longitudinais, bem nítidos, com inúmeras pontuações. Os segmentos da antena do Tribolium confusum vão se alargando gradualmente a partir da base até o ápice, enquanto que no Tribolium castaneum, apenas os três últimos segmentos são marcadamente maiores.

Multiplicação

As fêmeas põem de 300 a 500 ovos durante a sua vida e a ovoposição é efetuada fora dos grãos. Os pequenos ovos são recobertos por um secreção pegajosa que permite fixa-los à superfície dos grãos e/ou outros produtos, paredes, fendas, etc., facilitando assim, a infestação. Em condições de temperatura e umidade favoráveis, o ciclo, do ovo ao adulto se completa entre 30 e 40 dias. As larvas são cilíndricas, de coloração branca e chegam a medir até 5 mm. O adulto mede de 3 a 4 mm e pode viver de 12 a 18 meses.

troboliumcastaneum

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Tribolium castaneum

 

triboliumconfusum

Tribolium confusum
Coexistem e eliminam-se mutuamente

Como o aparelho mastigador não lhes permite romper grãos inteiros e secos, atacam apenas o germe e os grãos já perfurados ou danificados pelos insetos primários, as farinhas, nozes, amêndoas partidas, cacau, rações e outros produtos de consistência macia, para os quais, estes insetos podem até ser considerados como primários. No caso do trigo com elevado percentual de umidade, após atacar o germe, consomem, na seqüência, o próprio endosperma. Um pormenor interessante a respeito destes insetos, é que atacam também os ovos e larvas de outras espécies. No caso de baixas populações, embora as duas espécies possam coexistir num mesmo produto, uma elimina a outra quando uma delas for marcadamente superior.

Um voa, o outro não

O Tribolium castaneum é de porte um pouco menor que o Tribolium confusum. Uma característica segura que permite distingui-los, é que o Tribolium confusum não voa, enquanto que o Tribolium castaneum tem uma excelente capacidade de vôo.

A importância da higienização

Em nosso entender, a presença destes insetos nos locais de armazenamento, principalmente do Tribolium confusum, que não voa, pode ser atribuída mais à falta de uma higienização esmerada ou à estocagem de produtos já infestados, oriundos de outros depósitos.

 

Avalie este item
(0 votos)

Oryzaephilus surinamensis

Identificação

O inseto adulto mede de 2,5 a 3,5 mm de comprimento, com coloração castanho escuro. As bordas laterais do protórax possuem seis dentes claramente visíveis e três protuberâncias longitudinais na parte central. O macho se diferencia da fêmea, por apresentar um dente que se assemelha a uma espora, no fêmur das patas posteriores.

Multiplicação

A fêmea ovipõe cerca de 300 ovos num período de 10 semanas, em meio dos grãos e outros produtos que ataca. As larvas são pequenas, de coloração creme, com manchas mais escuras em cada um dos segmentos e possuem três pares de patas. A larva adulta tece um casulo, no qual passa a fase de pupa. O inseto adulto não tem capacidade de voar e pode viver até 3 anos.

oryzaephilus

Oryzaephilus surinamensis

Secundário e primário

O Oryzaephilus surinamensis ataca grãos de trigo, milho, arroz, cevada, sorgo, frutas secas, cacau, nozes, etc... Tanto o inseto adulto como a larva são capazes de danificar, principalmente produtos armazenados com umidade superior a 14%, em especial, aqueles que permanecerem muito tempo estocados. Embora seja uma praga considerada como secundária para grãos secos e sadios, também pode constituir uma praga primária dos produtos de consistência macia, como frutas secas, grãos de oleaginosas, etc..

Avalie este item
(0 votos)

Cryptolestes ferrugineus e Cryptolestes pusillus

Identificação

De coloração castanho claro, são muito parecidos. São os menores insetos que atacam grãos armazenados. Medem 1,5 a 2 mm de comprimento. A cabeça está provida de duas longas antenas, filiformes e projetadas para a frente, cujo comprimento, nas fêmeas, alcança praticamente 2/3 do comprimento total do corpo. São de movimentos rápidos e podem voar.

Multiplicação

A fêmea deposita seus pequenos ovos na superfície dos produtos ou nas fendas dos grãos. Suas larvas são delgadas e compridas, de coloração amarelada, com duas pontas de coloração escura , em forma de dentes no último segmento abdominal. Quando alcançam seu desenvolvimento máximo, tecem um casulo onde se transforma em pupa. O ciclo varia conforme a temperatura e a umidade, sendo de 23 a 26 dias a 38° C e de 69 a 103 dias, a 21° C, com uma umidade relativa de 75%. Abaixo de 50% de U.R. morrem com facilidade. O adulto, em condições favoráveis pode viver de 6 a 9 meses.

cryptolestes

Cryptolestes

Exige excesso de umidade

É uma praga secundária, que prefere como alimento o embrião dos grãos, farinhas, grãos partidos com elevado teor de impurezas , alto conteúdo de umidade e que já estejam infestados por outras espécies. Prefere como habitat, o maquinário dos moinhos de trigo e os produtos resultantes da moagem.
De um modo geral a sua presença indica a existência de excesso de umidade, temperaturas elevadas ou a existência de outros insetos e fungos. Você pode ver a imagem ampliado do inseto Cryptolestes ferrugineus.

Avalie este item
(0 votos)

Acanthocelides obtectus - Caruncho do feijão

Identificação

Mais conhecido como caruncho do feijão, é um inseto primário de cor parda, que mede 3,5 a 4,5 mm de comprimento. Possui uma cabeça pequena com um corpo ovoidal volumoso e mais largo na parte posterior. Os élitros são curtos e não cobrem totalmente o abdome. Para distinguir o macho da fêmea é necessário um exame no microscópio, da genitália ou da configuração dos últimos segmentos do abdome, possível apenas para os especialistas. Este inseto limita seu ataque apenas aos feijões, não se alimentando de cereais e outros produtos estocados. Seu ataque se inicia já em nível de campo em grãos fisiologicamente maduros.

acanthocelidesobtectus

Acanthocelides obtectus

Multiplicação

No produto armazenado, a fêmea coloca seus ovos entre os grãos estocados, sendo que cada fêmea é capaz de ovopositar mais de 60 ovos em sua curta existência. As pequenas larvas emergidas dos ovos acabam penetrando no interior dos grãos, sendo praticamente impossível notar qualquer perfuração a olho nu. Um mesmo grão pode ser perfurado por uma ou mais larvas.

Janela no feijão

A larva ao completar o seu desenvolvimento, antes de passar à fase de pupa, fura a superfície exterior do grão, sem, entretanto, danificar a cutícula, formando uma "janela" que pode ser facilmente observada nos feijões claros. Ao completar a sua evolução, o inseto adulto simplesmente corta e empurra a cutícula para sair do grão, deixando um furo característico, de forma circular. Quando mais de uma larva atacou o grão, o mesmo acaba por apresentar inúmeras perfurações.

Ciclo biológico

O ciclo biológico varia de acordo com a temperatura e a umidade. Assim, a 30° C e 70% de U. R. seu ciclo é de 22 a 26 dias. Os insetos adultos vivem apenas 10 a 12 dias e não se alimentam dos grãos armazenados. Em estado larval é capaz de sobreviver em nível de campo durante todo o período de inverno.

logobc Tel:(41) 3352–3032 e Cel: (41) 99969-0254 (TIM)