phone(41) 3352-3032  phone(41) 99969-0254 (TIM)

slideshow6

Sitophilus orysae  -  Gorgulho do arroz

Identificação

Insetos primários, vulgarmente conhecidos como gorgulhos. São besourinhos de 2,5 a 4 mm de comprimento, de coloração castanho escuro, com quatro manchas vermelho claro nos élitros. O protórax está densamente coberto de depressões circulares ou ligeiramente ovaladas. Como principal característica, possuem uma cabeça prolongada formando uma tromba um pouco recurvada, onde se inserem as peças bucais. A tromba do macho é mais curta e rugosa. Atacam indistintamente milho, arroz, trigo, sorgo, centeio, cevada, aveia e outros cereais e produtos, causando anualmente enormes prejuízos.

Erroneamente alguns autores brasileiros os têm confundido, quando atacam o trigo, com o Sitophilus granarius. Entretanto, esta praga , ao contrário do Sitophilus orysae e do Sitophilus zeamais não voa e não existe no Brasil. Ao Sitophilus zeamais é atribuída a maior causa das infestações em nível de campo, pela sua maior capacidade de vôo. Entretanto, as duas espécies tem sido encontradas com freqüência, atacando o mesmo produto. Embora alguns técnicos assegurem ser possível distingui-los com um simples exame visual, pelas suas características morfológicas externas, uma identificação segura somente pode ser feita em nível de laboratório, com o exame no microscópio, das genitálias dos referidos insetos.

sitophilus

Sitophilus orysae e zeamais

Ovos depositados um a um dentro do grão

Cada fêmea pode produzir de 150 a 400 ovos durante a sua vida. Com as peças bucais ela faz um orifício no grão, onde deposita apenas um ovo por vez, fechando em seguida o furo, com uma secreção gelatinosa que endurece em contato com o ar, dissimulando assim a cavidade. No laboratório, o furo pode ser facilmente detectado com o tingimento dos grãos com violeta de genciana. As larvas, de coloração creme, com a cabeça escura, não possuem patas e, em seu desenvolvimento destroem totalmente o interior dos grãos.

Em condições propícias de temperatura e umidade ( 28° C e 70% de U.R. ) o ciclo evolutivo destas espécies se realiza, do ovo ao adulto, em 28 dias, com uma produção de 6 a 8 gerações por ano. Os insetos adultos vivem 4 a 5 meses.




Lido 1648 vezes

logobc Tel:(41) 3352–3032 e Cel: (41) 99969-0254 (TIM)